Em 2016, as pessoas estão mais preocupadas do que nunca com seu corpo e em comer de forma saudável. Uma tendência evidente no setor gastronômico, pois abrir um restaurante com uma filosofia mais greenvai passar a ser uma necessidade; uma vez que os clientes preferem:

  • Menos açúcar. 64% dos consumidores na Itália reduziram o consumo, juntamente com a Espanha, que reduziu o consumo em 63%, seguido da França com uma redução de 59%.
  • Produtos naturais, sem aditivos e sem serem processados. Os consumidores estão mais atentos à composição dos alimentos que compram e que consomem.
  • Produtos frescos e de qualidade. As pessoas querem saber a origem dos ingredientes consumidos, sendo que quanto mais conhecido for o fornecedor, melhor.
  • Menos proteínas de origem animal e mais de origem vegetal. Você sabia que o melhor hambúrguer do mundo em 2015, foi uma receita vegetariana?
  • Preferência por estabelecimentos “verdes”. Os restaurantes que se preocupam com o meio ambiente e que têm política de reciclagem, gestão ambiental e outros, são apreciados por seus clientes por contribuírem para um mundo melhor.

Segundo a pesquisa realizada pelo TheFork no fim de 2015, houve, um aumento nas reservas feitas em restaurantes “verdes”, mostrando esta tendência de vida mais saudável.

O Relatório global de tendências alimentares de 2016, feito pela empresa Mintel, garante que as pessoas estão mudando sua forma de se relacionar com os alimentos e que “Os meios de comunicação e a conectividade estão, mais do que nunca, influenciando seus hábitos alimentares”.

Sendo assim, se o mundo muda… os restaurantes devem mudar também.

la-fourchette-ouvrir-restaurant sain-tendance-erika-silvaDe acordo com Érika Silva, especialista em marketing gastronômico, emA moda de abrir um restaurante saudável veio para ficar. As pessoas movem-se por interesses, e os restaurantes devem se preocupar com isso. Devem ter produtos que o público procura. Sendo importante demonstrar a sua existência na internet, no cardápio, e também através dos funcionários em geral.

Abrir um restaurante saudável

Existem muitas empresas bem sucedidas que seguem esta linha atualmente, sendo que a única mudança feita por eles foi o de levar a cozinha tradicional a outro nível, incorporando ingredientes, técnicas e uma cultura empresarial mais ecológica. Trazendo benefícios a seus clientes e ao mesmo tempo, cortando gastos desnecessários, como luzes acessas quando há luz natural. Hoje em dia é importante satisfazer os clientes, não só através do paladar, mas também através do estilo de vida.

Stedsans em Copenhagen

thefork-aprire-un-ristorante-healty-stedsandsUm ótimo exemplo de restaurante sustentável. O local está situado num terraço com 600 m2 rodeado por uma grande horta do próprio restaurante. No Stedsans, o restaurante colhe e transforma os produtos de sua horta nos alimentos oferecidos aos clientes. Simples, colaborativo e sustentável. Uma estratégia de marketing e uma filosofia empresarial dirigida de acordo com a satisfação das necessidades dos seus clientes.

Flax and Kale em Barcelona

the-fork-ouvrir-restaurant sain-tendance-flakes-and-kaleQueremos alimentá-lo melhor, para que seja mais feliz e possa viver mais com uma saúde de ferro”, nem mais nem menos é o que promete este restaurante em seu site através das palavras de Teresa Carles, dona do restaurante, e pioneira na cozinha de produtos vegetais na Espanha desde 1979. Em sua oferta culinária, o restaurante se preocupa principalmente com a qualidade dos ingredientes e dos nutrientes que possuem, criando o conceito de cozinha flexitariana, sendo este conceito baseado em 80% dos produtos com origem vegetal e 20% destes baseados na pesca, junto com um ambiente super moderno, ao melhor estilo dos restaurantes de Barcelona.

L’Arpège em Paris

la-fourchette-ouvrir-restaurant sain-tendance-larpegeÉ um restaurante refinado cuja especialidade são os legumes que oferece, pois só são servidos produtos ecologicamente corretos e da temporada, que forem cultivados em suas próprias hortas. O seu proprietário, o renomado chefe com 3 estrelas Michelin, Alain Passard, passa através da culinária a paixão e o respeito pela natureza, dando vida a um dos restaurantes mais emblemáticos de Paris. O principal jardineiro da horta do restaurante, explica todo o processo “verde” neste vídeo.

Sweetgreen nos EUA

la-fourchette-ouvrir-restaurant sain-tendance-sweetgreenTrês universitários tinham uma necessidade em comum: Comida que seja rápida e saudável. E como no mercado americano não existia algo deste cunho, decidiram abrir o primeiro restaurante de acordo com os estes hábitos. O resultado foi que atualmente, eles são os donos de uma empresa multimilionária, com um novo modelo de negócio de comida saudável, servindo os clientes de maneira rápida, com comida fresca, orgânica e local. Também oferecem aos seus clientes, festivais de música alternativa aonde chegam a participar mais de 25 mil pessoas, e palestram em escolas locais sobre alimentação saudável. Mais que uma simples cadeia de restaurantes, é uma “Lifestyle Company”.

Até na Ikea, empresa especializada em móveis de baixo custo, eles repararam que seus clientes passavam grande parte do tempo na cafeteria, e se adaptaram para oferecer uma versão vegetariana das suas famosas almondegas.

Poderíamos assim afirmar que abrir um restaurante de comida saudável é hoje em dia um negócio rentável e com uma perspectiva de crescimento a longo prazo. Os clientes pedem locais onde possam comer melhor e o setor oferece cada vez mais opções. Será que o seu restaurante será uma destas opções?

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

4 Responses > join the discussion... “Abrir um restaurante saudável: Tendência de 2016”

  1. Marcia Cardoso Franco Trevisani

    Muito interessante todas as iniciativas do grupo TripAdvisor.
    Congratulations!

    • Cristina

      Oi Marcia, muito obrigado pela sua mensagem!
      Se tiver alguma sugestão por favor nos contate em restaurante@thefork.com.br

  2. Teodoro Eggers Neto

    Gostei muito do Boletim de setembro, uma assessoria que nos faz rever alguns processos e conhecer outros, parabéns!

    • Luis Loureiro

      Que bom que gostou Teodoro!
      Esperamos sempre ajudá-los sempre da melhor maneira possível

Mais de 36 000 trabalham com o TheFork - Experimente sem compromisso -