Quando falamos em ter um sistema para restaurante, nos referimos não apenas a melhorar a organização das suas reservas, mas também a contar com uma ferramenta tão completa que possa ajudar em tarefas que provavelmente nem havia imaginado. O mérito é do banco de dados, pois é ele que permite elevar o seu negócio a outro nível.

Em um artigo anterior, apresentamos as principais vantagens de contar com o banco de dados do TheFork Manager. Leia aqui. Agora, iremos muito além, mostrando tudo o que pode fazer com o histórico de seus clientes. Abra bem os olhos e leia a seguir:

Potencializar a captação de clientes

Um dado importante registrado pelo banco de dados do sistema para restaurante é o número de clientes que chegam:

  • Da rua.
  • De reservas feitas no TheFork ou no TripAdvisor.
  • De reservas feitas na página de internet ou pelo Facebook.
  • De hotéis, agências de viagem ou de empresas localizadas na região com as quais o restaurante têm convênios.

Com essa informação, pode saber que canais funcionam melhor, a fim de potencializá-los, assim como aperfeiçoar os canais pelos quais entram menos clientes e analisar as razões disso. O sistema mostra esses dados com estatísticas muito claras e simples, para que possa usá-las em suas estratégias de captação de clientes.

Melhorar a fidelização

Com o banco de dados do sistema para restaurante, também pode ter informações como:

  • Os clientes que voltam com frequência
  • Os novos clientes
  • E os clientes que ficam muito tempo sem voltar

Isso é ideal para realizar ações concretas de fidelização, de acordo com cada tipo de cliente. Como um desconto no próximo jantar para o cliente habitual, um coquetel grátis de boas-vindas para o novo cliente ou, para o cliente que não volta há muito tempo, um e-mail convidando-o a ir às sextas-feiras com música ao vivo.

Segmentar e acertar na mosca

O banco de dados permite enviar os comunicados do restaurante aos clientes corretos por meio da segmentação. Consiste em criar categorias de tipos de clientes, personalizadas no sistema de acordo com as características do restaurante, para agrupá-los e usar esses dados segundo as estratégias de marketing. Por exemplo:

Imagine que, a cada vez que entra uma reserva ou recebe um cliente, marque a categoria a que ele pertence em sua ficha: Executivo da região, morador da vizinhança, turista, família, casais…

  • Agora, imagine que organizou um evento de “happy hour” para a próxima quinta-feira e que fez uma campanha de promoção via e-mail, enviando-a diretamente a seus clientes da categoria “Executivos da região”.
  • Ou que recentemente se tornou “dogfriendly” e lançou uma campanha para informar essa novidade diretamente às categorias de famílias, casais e moradores da vizinhança.
  • Ou que está organizando um cardápio especial com um produto de temporada, ou uma cata de vinhos, e envia a promoção aos clientes com mais interesse gastronômico do seu banco de dados, que, com certeza, terão interesse.

Ou… na verdade, os exemplos de uso da segmentação são infinitos.

Mas… Qual pensa que será o nível de acerto dessas campanhas?  

Sem dúvida, muito maior do que enviar e-mails a todo o seu banco de dados, sem critério, pois pode ser como um poço sem fundo.

Clique aqui para enviar campanhas de e-mail efetivas a seus clientes com o TheFork Manager

Controlar o No show com o sistema para restaurante

Se um cliente já fez reservas 20 vezes e em 5 dessas vezes não apareceu… gostaria de ficar sabendo?  Claro que sim!  Pois é uma informação que permite que esteja preparado e que melhore a gestão dos No shows.

Isso é possível com o banco de dados do software de gestão de reservas do TheFork Manager, que registra todas as vezes que um cliente falta a uma reserva em qualquer um dos restaurantes anunciados no TheFork e mostra esse dado com um ícone de alerta na ficha do cliente.

Para que isso pode ser útil a você?

  • Para mudar a prioridade deste cliente quando o seu restaurante está cheio, sabendo que ele pode não aparecer, apesar de haver confirmado a reserva por telefone duas horas antes.
  • Para acomodar um cliente eventual na mesa deste cliente que fez a reserva, se ele não tiver aparecido até 15 minutos após a hora marcada para a chegada.
  • Para reagir a tempo e com mais segurança a essas ausências e evitar que suas mesas fiquem vazias.  

Conhecer os resultados das suas ações

Uma das funções mais importantes do sistema para restaurante é mostrar, com estatísticas simples, tudo o que é registrado no banco de dados. Informações como:

  • Número de reservas por mês/dia/semana.
  • Canais por onde são feitas essas reservas.
  • Número de cancelamentos.
  • Número de No shows.
  • Total de clientes.

Analisar esses dados é fundamental para compreender o movimento do restaurante e tomar decisões de negócio. Se analisar, por exemplo, os dados da semana seguinte àquela em que fez uma campanha de promoção, poderá saber se ela funcionou.

Em conclusão, aproveitar todo o potencial do sistema para restaurante pode ser útil não só para aumentar e gerenciar as suas reservas, mas também servir como poio em muitas tarefas importantes do negócio.

Se ainda não tem certeza de que seu restaurante precisa de um software… pode chegar a uma conclusão lendo este artigo.

Mas, se já está preparado para elevar o seu restaurante a outro nível,  convidamos você a se juntar à comunidade de empresários do ramo de restaurantes que já usam o TheFork Manager.

TheFork Aproveite do banco de dados do sistema para restaurante