A harmonização, definida como o processo de “casar” um alimento com uma bebida, faz parte da gastronomia desde sempre. Um bom vinho sempre esteve ao lado de um bom prato. No entanto, um boom gastronômico está dando lugar a uma nova forma de harmonização, que desafia o clássico e as regras até agora estabelecidas. Uma tendência que está ajudando os negócios na fidelização de clientes.

Consiste em ter uma oferta variada de bebidas alcoólicas para acompanhar os pratos do cardápio e provocar uma experiência mais completa. Além do vinho, ganham força outros produtos, como a cerveja, o uísque, o gim, o rum e coquetéis em geral, que, embalados no entretenimento, agora também são protagonistas na mesa.

Uma estratégia que, quando bem aplicada, pode ser uma vantagem para diferenciar o seu restaurante da concorrência e potencializar a fidelização dos seus clientes, que irão degustar o magnífico salmão defumado do seu cardápio e também serão atraídos pelo coquetel de vodca que o acompanha e é divino.

TheFork Harmonizações perfeitas para fidelizar os seus clientes

Uma tendência sem regras?

São tantos os fatores que influenciam o sucesso de uma harmonização que, nesta nova etapa, a intuição e a criatividade estão ganhando na hora de definir as melhores combinações. E cada produto tem suas propriedades e limitações:

  • O vinhose encaixa muito bem com certos alimentos, mas não se dá com outros, devido à sua acidez.
  • A cerveja é ideal para certos pratos por suas propriedades refrescantes, mas não para outros, devido ao seu amargor.
  • Os coquetéis, por sua vez, sendo compostos por vários ingredientes, oferecem infinitas combinações, mas também é necessário considerar o teor alcoólico.

O que significa que a chave é a experimentação, ainda que haja algumas considerações básicas:

  • A bebida é um acompanhamento, razão pela qual não deveria se destacar acima dos sabores da comida, mas potencializá-los ou equilibrá-los.
  • Nos menus ou degustações, é melhor servi-las em ordem crescente de intensidade, de maneira que a bebida que acompanha as entradas não ofusque o sabor das seguintes.

O importante é compreender que a função da harmonização é unir o prazer de comer ao prazer de beber, para aumentaro grau de satisfação dos clientes e obter uma fidelização à prova de fogo. Deu vontade de brindar? Você pode fazer isso experimentando as seguintes propostas de harmonização na sua oferta gastronômica. Os seus clientes vão comemorar!

O que harmoniza com…

Entradas

Como dissemos antes, é ideal combinar estes primeiros petiscos com bebidas mais suaves, como vinhos rosados ou brancos, cervejas leves ou coquetéis com pouco teor alcoólico e pouca intensidade, pois também abrem o paladar para as bebidas mais encorpadas que virão depois.

Queijos:

  • Os suaves e frescos, como o requeijão ou o queijo fresco de cabra, combinam melhor com cervejas de corpo médio e vinhos brancos leves e secos.
  • Os fortes e salgados não combinam com cerveja devido ao amargor, mas se dão bem com vinhos tintos doces, que suavizam o potente sabor do queijo, ou com uísque, que combina incrivelmente com queijos fortes como o azul, por exemplo.

Massas:

  • As acompanhadas de molho de tomate vão bem com vinhos rosados e brancos, para contrabalancear a acidez do tomate. Também com as cervejas pouco amargas e aromatizadas.
  • As massas com cremes lácteos, como molho bechamel ou carbonara, harmonizam muito bem com cervejas com muito corpo e teor alcoólico alto, já que ajudam a desengordurar a boca e saborear melhor todos os alimentos.

Pratos fritos ou gordurosos

Na mesma ideia, os produtos fritos ou gordurosos também se encaixam com perfeição com cerveja, já que, como dissemos antes, ajudam a limpar a capa gordura que se acumula no paladar, criando uma sensação mais prazerosa. Também têm o mesmo efeito os coquetéis secos e os vinhos espumantes.

Isso explica por que o ideal é combinar uma cerveja com aperitivos fritos, e a champanhe perfeita com um foie gras, já que o seu frescor equilibra o peso desse produto. Duas opções muito atraentes para serem oferecidas em eventos afterwork, por exemplo.

Comidas à base de alho

Nesse caso, o vinho não é uma boa opção, porque seria uma explosão de sabores em que nenhum se destacaria. Combinam melhor os coquetéis com pouco álcool como os feitos com Aperol, por exemplo, para que não invadam a predominância do alho.

Cozidos de longo cozimento

Aqui entram em jogo os vinhos tintos gran reserva, que harmonizam muito bem com pratos de caça e guisados com maiores tempos de cozimento. Ainda que também seja preciso ter cuidado para que a força de ambos os produtos não acabe se transformando em uma bomba no estômago. Dependerá da força do prato. Também são uma boa opção as cervejas suaves, assim como o vinho tinto de média intensidade e os rosados mais refrescantes.

Hambúrgueres

A cerveja é a companheira ideal, pois contrasta com a acidez e com a intensidade do ketchup, da mostarda e de outros molhos que acompanham este produto. Por isso se tornou tendência a harmonização de hambúrgueres com cervejas.

É o que fazem na hamburgueria The Good Burger, em Madri, onde estabeleceram uma aliança com uma marca de cervejas, para oferecer a harmonização perfeita com seus produtos. Dessa forma, os clientes têm ofertas de hamburguer com cerveja por um preço único.

TheFork Harmonizações perfeitas para fidelizar os seus clientes

Defumados ou marinados

Costelas de porco defumadas? Com cerveja de corpo médio, ficarão perfeitas. Os peixes azuis ou servidos com molhos marinados podem combinar com um vinho tinto jovem e com um vinho branco frutado e suave. Nos países escandinavos, é tradição harmonizar salmão defumado com vodca.

Pratos avinagrados ou ácidos

Uma salada com molhos de vinagre ou de mostarda, por exemplo, combinam muito bem com cervejas leves, para equilibrar a acidez desses produtos, assim como uma loura espumante faz um casamento perfeito com pizzas à base de tomate. A cerveja é uma das poucas bebidas que não competem com estes sabores tão fortes. E um bom escabeche?  Vai bem com um coquetel de vodca, para ganhar um toque de doçura.

Comidas picantes

Levando em conta a mesma ideia, uma tábua de embutidos fortes, como chouriço ou salsichão picante, combinam melhor com cerveja, pois ela equilibra a intensidade desses alimentos. Também combinam com vinho branco seco, que proporciona frescor. Peixes com toques picantes? Um coquetel Margarita é perfeito, pela sua essência de limão, ou um clássico mojito, por seu toque doce e refrescante. São combinações de sabores cruzados.

Pratos orientais

Como costumam ser pratos de sabores fortes, pela presença de soja e de wasabi, a princípio vão muito bem com cervejas de vários corpos.

Como também predominam os sabores doces e ácidos, o rum ou coquetéis à base desse licor harmonizam estupendamente com um bom sashimi, frango teriyaki, sushi de peixe cru e outros pratos com molhos agridoces.

No mesmo sentido, gim-tônica acompanha muito bem estes pratos, pois a acidez do limão que vai no copo e a refrescância da tônica se misturam ao sabor salgado da soja e ao sabor suave do arroz, formando um todo bastante harmônico.

Sobremesas suaves

Harmonizam muito bem com a acidez e o peso de vinhos doces e frutados, assim como com a doçura da tequila ou do conhaque, por exemplo, que acompanham estupendamente as sobremesas cremosas ou mousses. As sobremesas de chocolate suave ficam perfeitas com vinho branco e gins frutados.

Sobremesas fortes

Por sua vez, as sobremesas mais doces e intensas são melhor combinadas com licores frutados ou à base de café, por exemplo, já que seriam ofuscadas pela acidez dos vinhos. As sobremesas de chocolate intenso casam com cerveja preta, pois o amargor de ambos os produtos se complementam, assim como os aromas. Nesses casos, é melhor evitar licores de alto teor alcoólico, porque não haveria espaço para tanta intensidade.

Dado: Nas degustações que realizar para encontrar as melhores bebidas para o seu restaurante, inclua opções de cervejas e coquetéis sem álcool, assim como vinhos orgânicos, para agradar aos clientes adeptos de uma alimentação mais saudável.

TheFork Harmonizações perfeitas para fidelizar os seus clientes

A harmonização preferida dos seus clientes

Uma vez que já conheça as diversas formas de combinar os seus pratos, é hora de fazer uma oferta para os seus clientes, mas o que fazer se tiver que escolher entre várias opções?

Imaginemos que a sua equipe esteja indecisa entre duas bebidas para harmonizar com o prato da casa. Solução?

Perguntar aos seus clientes em potencial.

Você pode fazer enquetes em suas redes sociais, consultando qual das duas bebidas eles prefeririam combinar com um prato com essas características. Essas respostas se aproximarão bastante aos gostos de seus clientes. Também pode colocar no cardápio algo como: “Harmonização escolhida por nossos clientes”, o que terá um efeito de marketing importante.

Outra forma de conhecer esses gostos é contar com um software de gestão e com um banco de dados que permitam registrar as preferências dos seus clientes. Analisando essa informação, você poderias detectar quais são as bebidas alcoólicas mais pedidas, e até poderias se surpreender ao descobrir que algumas bebidas, como vinhos da região, têm adeptos suficientes para serem incluídas em suas harmonizações e ajudarem a vender melhor os seus pratos.

Quero ter um banco de dados para saber as bebidas que os meus clientes mais pedem

Definitivamente, no apenas o vinho pode harmonizar com suas receitas, mas também há um leque infinito de possibilidades em outros produtos, que poderiam ajudar a fidelizar melhor os seus clientes e a melhorar a qualidade e a reputação do seu negócio. Levantemos as taças, e que assim seja! Saúde!

Outros artigos que lhe poderão interessar

TheFork O garçom ideal para a fidelização de clientes

Dicas

O garçom ideal para a fidelização de clientes

TheFork Como usar o storytelling para fidelizar os clientes do seu restaurante

Dicas

Como usar o storytelling para fidelizar os clientes

TheFork Como vender mais sobremesas e fidelizar os clientes

Dicas

Como vender mais sobremesas e fidelizar os clientes

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Mais de 40 000 trabalham com o TheFork - Experimente sem compromisso -