A imagem gráfica é um dos elementos essenciais no marketing de restaurantes, pois influi diretamente na decisão de compra dos clientes. É por isso que, na hora de construir o branding e a personalidade de qualquer negócio do ramo de restaurantes, é necessário desenvolver uma imagem gráfica que proporcione uma identidade forte ao restaurante, mostrando claramente o que é, os seus valores e a sua história, e que impacte emocionalmente os clientes, fazendo com que eles se sintam suficientemente conectados à marca, a ponto de descartar as outras ofertas gastronômicas.

Sim, a melhor imagem gráfica de um restaurante é aquela que conquista os clientes, que se mantém no decorrer do tempo e que evolui.

Nesta oportunidade, falamos da receita para criar esta imagem gráfica perfeita. Acenda o forno e coloque as luvas, pois vamos começar:

Os 3 passos prévios

1 – Definir os valores do restaurante

Um primeiro passo é ter os valores da marca muito bem definidos, sua razão de ser, o que motiva a equipe a abrir o negócio todos os dias, já que nisso está a marca que os distinguirá da concorrência e a mensagem a ser projetada. Cada negócio tem o seu “DNA” e, a partir disso, uma imagem gráfica única será derivada. Pense em quão diferentes são as cores, as fotos e os elementos gráficos dessas duas empresas:

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantesRestaurante caseiro cujos valores são o uso de ingredientes locais, sabores naturais, a alegria e a família.

.

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantesRestaurante de cozinha criativa e fusão, cujos valores são experimentação, vanguarda e a inovação.

.

2 – Definir o cliente potencial

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantesUsando o mesmo exemplo anterior … quão diferentes serão os clientes que se sentarão nas mesas dos dois restaurantes? Com certeza, muito. Então, para conquistá-los, é necessário criar uma imagem gráfica que demonstre as motivações e estilo de vida de cada nicho desses clientes. Como encontrar esse perfil?

Você pode ler sobre isso neste artigo.

3 – Definir a linguagem e o estilo

Uma vez que sejam conhecidos os valores do restaurante e as características do cliente potencial, o terceiro passo seria estabelecer a linguagem e o estilo que serão usados para transmitir a mensagem. Direto, claro, simples, sutil, natural, zen, minimalista, impactante, enérgico, criativo, abstrato, aspiracional … são tantas as formas de expressão! E o interessante é que todas elas têm efeitos diferentes.

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantesUma maneira divertida e enriquecedora de encontrar todas essas características é realizar uma tempestade criativa de idéias com toda a equipe do restaurante, para entender como são sua voz, seu tom, seu espírito, e, assim, poder finalmente refleti-los em sua imagem gráfica.

Definidos esses aspectos, continuamos com a preparação:

Ingredientes básicos

O logotipo

É a pedra angular do marketing de qualquer restaurante, onipresente e imprescindível. Nesse sentido, é recomendável ter um logotipo principal, que identifique o restaurante de forma geral, e também ter variações do mesmo logotipo, que podem ser usadas para várias formas de divulgação. No caso do TheFork, por exemplo, você pode olhar o nosso logotipo principal e a variação que também usamos para falar da nossa marca: Clique aqui para ler mais sobre o tema e saiba como criar o melhor logotipo para o seu negócio.

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantes

A tipografia

Nessa mesma linha, é aconselhável também ter uma tipografia principal e um ou dois tipos de letra secundários, que tenham diferentes pesos e corpos, de forma a se complementarem. Isso também ajuda a organizar a informação e a estabelecer diferentes hierarquias nos textos. A fonte principal geralmente é usada para o nome do negócio, frases destacadas e títulos, e as secundárias, para slogans, frases de promoção, descrições de produto etc. Quanto mais compreensíveis forem, melhor, especialmente a tipografia usada na mídia digital, como o site, onde é essencial facilitar a navegação dos usuários.

As cores

O natural é ter uma paleta de várias cores, que será a base de toda a imagem gráfica. Como nos casos anteriores, o ideal é estabelecer uma cor principal e cores secundárias, que podem ser variações de tons da mesma cor e/ou diferentes cores complementares. De fato, se, além disso, cada cor for usada com um objetivo comunicacional de acordo com o efeito que ela gera, então será um estouro. Existem cores, como verde ou azul, que transmitem confiança e segurança e funcionam muito bem para falar sobre ofertas e promoções. Outras, como a laranja e o amarelo, abrem o apetite e funcionam para falar sobre a oferta gastronômica, por exemplo.

O ingrediente especial

As fotografias

Os clientes comem primeiro com os olhos, então, as fotografias são uma parte fundamental da imagem gráfica de qualquer restaurante. Nesse sentido, é importante ter fotografias de diferentes aspectos do negócio, que devem ser feitas de forma profissional e de acordo com a linguagem e o estilo previamente definidos. Em geral, é essencial ter fotos de:

  • O local vazio e com clientes.
  • Toda a oferta gastronômica empratada.
  • O preparo na cozinha.
  • A equipe, em suas diversas facetas.
  • Atividades e eventos
  • Os clientes desfrutando da experiência no restaurante.

Também é natural gerar imagens e vídeos espontaneamente, com dispositivos móveis e câmeras da equipe, para o marketing digital. O importante será que todos conheçam com clareza o manual de estilo gráfico e que saibam que tipo de imagens representam o negócio e quais não o representam, para que haja uniformidade.

Por exemplo:

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantes

O toque secreto: imagem atual

A era digital revolucionou definitivamente a competição no ramo de restaurantes. A internet tornou visível e acessível aos clientes toda a oferta gastronômica disponível, representando um grande desafio para os restaurantes na hora de se destacarem. É por isso que a imagem gráfica tornou-se a ferramenta fundamental para obter esse destaque.

Com todo este boom, também mudaram as tendências na imagem gráfica da indústria alimentícia. Graças aos meios digitais, os clientes agora são foodies e apaixonados pela boa comida, se informam e sabem mais do que nunca sobre alimentação. Isso fez com que os valores associados a comer fora de casa estejam mudando.

Antes, para atrair clientes, as imagens simples, sem um sentido estético, de pratos transbordando de comida e de cozidos carregados de calorias eram a isca.

TheFork Crie a melhor imagem gráfica em marketing de restaurantesHoje, as fotografias em gastronomia avançaram para um estilo vibrante, cheio de luz, com desfoque como elemento de design, assim como as superfícies naturais, como madeira e pedra, para destacar os alimentos. E quanto mais fresca e refrescante for a imagem do restaurante, mais clientes acabam sentados em suas mesas.

Uma mudança impressionante, sem dúvida!

Por isso, o encorajamos a seguir sempre as tendências que estão surgindo no marketing de restaurantes, monitorando os milhões de imagens que são compartilhados diariamente em redes sociais, blogs e páginas dedicadas à gastronomia, porque, em suma, uma imagem gráfica atual deve mostrar um estilo de vida, e não apenas os parâmetros tradicionais de comer em um restaurante. É o que a experiência tem mostrado que funciona para se destacar em um mercado tão feroz.

O livro da imagem gráfica

Finalmente, todas essas informações devem ser colocadas em um livro ou manual da identidade gráfica do restaurante, com todos os parâmetros a serem seguidos para garantir coerência. Estabelecer uma imagem de marca leva tempo, uma vez que é necessário que os clientes conheçam, se apaixonem e interajam com essa imagem do restaurante para que ocorra a fidelização. Este livro também é útil quando há a necessidade de fazer alterações, para conhecer o ponto de partida.

Tendo desenvolvido todos esses elementos, a imagem gráfica será aplicada a todo Decoração, cardápio, uniformes, fachada, mídia digital, utensílios, material promocional, papelaria corporativa etc., para, assim, atingir os objetivos. Leia também neste artigo como integrar a imagem gráfica ao plano de marketing do seu restaurante.

O prato está servido. Já fez esta receita no seu negócio? Esperamos que sim e que os clientes peçam mais!

Outros artigos que lhe poderão interessar

TheFork O menu como ferramenta de marketing de restaurante

Ferramenta TheFork

O menu como ferramenta de marketing do restaurante

Dicas

Como fazer um plano de marketing de restaurantes

TheFork O poder do influencer na publicidade de restaurantes

Dicas

O poder do influencer na publicidade de restaurantes

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Mais de 40 000 trabalham com o TheFork - Experimente sem compromisso -