Oferecer boa comida, a atenção que você merece, tudo em um local aconchegante, com uma boa imagem de marca e canais digitais ativos, é apenas o começo da fórmula de êxito da restauração atual. Para se sobressair, além da competência é necessário levar o marketing de restaurantes a um nível superior: A personalização.

Consiste em adaptar a oferta do restaurante às necessidades concretas de seus clientes potenciais, assim como permitir que participem da criação dos produtos e serviços, a fim de proporcionar a eles exatamente o que buscam e fidelizar-los.

Uma estratégia com ampla fundamentação científica: quando escutamos nosso nome, por exemplo, são ativadas zonas do cérebro que nos levam a prestar mais atenção e ter mais disposição para nos relacionarmos. O mesmo acontece quando somos tratados de forma personalizada, porque nos sentimos especiais e reconhecidos, o que afeta nossas decisões de compra.

O desafio atual no marketing de restaurantes é aplicar a personalização regularmente para Experimente! Você e sua equipe podem começar a experimentar chamando pelo nome e tratando de maneira personalizada seus clientes potenciais. A mudança será notada!

TheFork A personalização no marketing de restaurantes

Como aplicar a personalização no marketing de seu restaurante

Uma passo fundamental para oferecer o tratamento personalizado é conhecer seus clientes. Portanto, em princípio, procure ter bem definido o perfil de seu cliente potencial, para saber como satisfazê-lo.

Assim que concluído esse passo, há diversas formas de aplicar a personalização.

Refeição

A refeição é um dos elementos mais personalizáveis do restaurante. Nesse sentido, você pode estabelecer uma base de suas receitas mais populares e, de acordo com os gostos de seus clientes potenciais, oferecer várias opções de ingredientes para que possam complementá-las.

A cada dia surgem mais hamburguerias, por exemplo, onde os clientes podem escolher o tipo de pão, carne e outros complementos para montar o hambúrguer perfeito. Por outro lado, também cresce o mercado de alimentos com filosofia saudável, onde a personalização é protagonista, pois os clientes sentem a necessidade de ter um maior controle da qualidade daquilo que ingerem. Caso juntemos ambas as tendências, encontramos um restaurante como o Big Ferdinand, em París, cujo slogan é: O ateliê do hambúrguer.

Na verdade, seu prato principal são os hambúrgueres, os produtos são artesanais, produzidos nas proximidades, têm opções para celíacos, especialidades vegetarianas e, claro, os clientes podem montar seus hambúrgueres como desejarem. É um típico exemplo de personalização atual.

TheFork A personalização no marketing de restaurantes

Imagen: Big Ferdinand web

Além dos hambúrgueres, poderíamos dizer que a personalização é válida para qualquer opção gastronômica oferecida. Há restaurantes que oferecem uma ampla variedade de produtos para que os clientes possam montar suas saladas como quiserem, ou escolher a calda da sobremesa dentre 3 opções (chocolate, caramelo, frutas vermelhas), por exemplo. Inclusive restaurantes asiáticos, onde os clientes podem escolher os ingredientes para montar seus enrolados.

E para vir a calhar com os gostos dos clientes, você pode consultá-los através de redes sociais, que ajudarão a conhecer os produtos favoritos deles e a elaborar estratégias de personalização dos alimentos voltadas para eles. Isso eliminará o risco de cozinhar algo que possa não ser bem aceito.

Decoração

Outro elemento personalizável é a decoração. Como a estratégia que implementaram no restaurante Les Frères Toqués em Nantes, onde convidaram os clientes a enviar cartões postais de suas viagens, para serem usados na reforma dos banheiros. Os vencedores ganhariam bebidas na próxima visita e, claro, a satisfação de ver algo próprio integrado ao estabelecimento. Sem dúvida, uma poderosa estratégia de marketing.

TheFork A personalização no marketing de restaurantes

Imagen: Les Frères Toqués web

Atenção personalizada nas redes sociais

Responder aos comentários dos clientes de forma personalizada e com um tom cordial também é fundamental. O ideal é que você possa fazer uma pequena pesquisa antes de responder aos comentários e dúvidas dos clientes. É um trabalho árduo? Provavelmente sim, mas os resultados não demorarão a chegar.

A chave é ser persistente e aplicar a personalização em todos os canais digitais.

No caso de receber e-mails ou mensagens privadas, o caráter da personalização fica ainda mais direto e simples graças ao ambiente privado. Você pode estabelecer conversas de maneira mais natural e íntima.

Você pode até personalizar seus boletins informativos. Você pode segmentar grupos de clientes com preferências semelhantes, para adaptar o conteúdo a eles. Por exemplo, uma promoção de suas últimas saladas para clientes amantes do saudável, ou pratos sem glúten para clientes celíacos, ou convites para o seu próximo evento de música ao vivo, para seus clientes millennials, usando um linguajar adaptado a eles.

Base de dados

Uma ferramenta indispensável para a personalização é o banco de dados, a bíblia do restaurante, pois contém informações de todos os clientes que se sentam em suas mesas. A base de dados é um dos tesouros mais preciosos, e, na personalização, você pode usá-la para:

  • Registrar todas as informações dos clientes. Graças a esses dados, você não apenas pode chamar os clientes pelo nome, mas também conhecer suas preferências, para dar a eles exatamente o que os satisfazem.
  • Atender melhor aos grupos. As refeições de grandes grupos são boas oportunidades de vendas para os restaurantes, mas são estressantes para esses clientes, pois implica uma organização maior. Usando as informações catalogadas desses grupos, você pode tornar suas noites simples e confortáveis, oferecendo-lhes a comida que eles sempre pedem, e chamando-os por seus nomes, é claro!
  • Fazer promoções sob medida. Ao analisar os gostos comuns de todas as suas listas de clientes, você pode detectar padrões de consumo e oferecer a promoções personalizadas. Se a maioria dos seus clientes gosta da cerveja artesanal que está no cardápio, será uma bela tacada oferecer uma promoção que inclua esse produto, pois sentirão que é feita para eles.

No TheFork, temos um software de gerenciamento de restaurantes com um banco de dados que permite que você implemente todas as ações explicadas. Clique aqui para instalar o TheFork Manager em sua empresa, caso você ainda não o tenha.

A moral da história é colocar-se no lugar do cliente. Por acaso não seria tentador receber um e-mail de um restaurante com uma promoção que inclua sua comida favorita? Mas é claro que sim!

Outros artigos que lhe poderão interessar

TheFork turismo gastronômico

Dicas

Junte-se ao boom do turismo gastronômico

Dicas

Rodízio de chefs: uma ideia original para atrair clientes

Dicas

5 truques de marketing ao entregar a conta no seu restaurante

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Mais de 40 000 trabalham com o TheFork - Experimente sem compromisso -