14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-las

#equipe#garçom#gestão de restaurantes

Quantas perguntas os clientes fazem aos garçons do restaurante durante um serviço? O suficiente para ser necessário ter respostas assertivas, se quisermos ganhar sua fidelização. A boa notícia é que existem situações que se repetem algumas vezes no salão e que isso gera dúvidas que também se repetem várias vezes entre os clientes. Se as detectarmos e analisarmos, poderemos estabelecer um protocolo de resposta que a equipe domine perfeitamente e leve a um serviço impecável.

Aqui estão as perguntas que os clientes fazem aos garçons do restaurante com mais frequência e nossa proposta para respondê-las. Porque, além de tratá-los com respeito, gentileza e com um sorriso, você também deve ter uma estratégia. Anote!

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-las

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasQual é a senha do Wi-Fi?

Essa certamente será a primeira pergunta que muitos clientes farão ao garçom quando chegarem ao restaurante. O ideal é que seja uma senha fácil de lembrar e de escrever, já que facilitará para ambas as partes. Em alguns restaurantes, há cartazes visíveis com esta informação, tanto na decoração como nas mesas.

Por outro lado, a crescente tendência nos restaurantes é ter wi-fi social, para que os clientes possam pesquisar diretamente o nome da rede em seus smartphones e, em troca de alguns dados, tenham a conexão gratuita. Em ambos os casos, a melhor maneira de responder a essa pergunta seria o garçom saber essa informação , a rede e a senha, para se comunicar gentilmente e se certificar de que o cliente possa se conectar.  Isso também evitará que eles perguntem novamente.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasQual é o seu prato favorito?

Antes desta pergunta, o melhor é que o garçom responda natural e honestamente e que descreva sucintamente seus pratos ou bebidas favoritas, já que isso mostra que ele é um ser humano e que também gosta da comida do restaurante. O problema com essa pergunta é que o cliente espera por uma recomendação que realmente o encante, e é um risco, porque os gostos de ambos podem não coincidir. O garçom pode perguntar abertamente o que lhe agrada comer e, com base nisso, recomendar pratos e bebidas estrela que a maioria das pessoas gosta e que certamente irão agradar o cliente.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasEsse prato vai me satisfazer? É grande o suficiente para compartilhar?

É muito comum os clientes duvidem das quantidades das refeições e se serão suficientes para ficarem satisfeitos. O ideal é que o garçom reserve um tempo para perguntar a eles abertamente qual o seu apetite ou quantas pessoas vão compartilhar o mesmo prato e, com base nisso, fazer a sua recomendação.

Também é necessário que a equipe conheça o cardápio em detalhes e possa propor alguns pratos menores, que combinem e completem as porções. O importante é entender a necessidade do cliente e perceber seu interesse, para que saia do restaurante feliz e sem fome.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasPosso comer este prato se eu for alérgic@?

Para responder a esta pergunta, o mais lógico é que, por um lado, haja a informação dos alérgenos de cada prato no cardápio e, claro, que o garçom saiba disso e possa informar com segurança Também pode perguntar ao cliente se ele tem alguma alergia no início do serviço, o que pode evitar problemas ao pedir os pratos. Com este tópico, é necessário que a equipe tenha uma atitude séria e que transmita confiança aos clientes, já que se trata de sua saúde.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasTem pratos sem glúten?

Uma pergunta cada vez mais atual é a de clientes que estão procurando alternativas gastronômicas sem glúten, seja porque são celíacos ou porque procuram cuidar de sua alimentação.

Devemos responder da forma mais transparente possível, indicando, por um lado, se o restaurante está preparado e faz os seus próprios pratos sem esse alérgeno ou se trabalha com algum produto comprado que seja lacrado e que servido de acordo com as normas necessárias para evitar a contaminação cruzada. Caso contrário, o garçom pode consultar o cliente sobre quais produtos ele pode comer com maior segurança e oferecer uma alternativa.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasQual é a origem desses vegetais?

Com a tendência saudável, cada vez mais clientes querem saber a origem dos produtos que comem, se o restaurante tem sua própria horta, se usa fornecedores da região, de onde trazem seus ingredientes, se são orgânicos etc. A equipe de salão não deve se surpreender com essas perguntas, por isso, é ideal respondê-las também naturalmente e com informações precisas sobre a origem desses vegetais, frutas ou frango (se for de granja). E se este não for o caso, porque o restaurante não segue esta linha, a equipe pode indicar que, apesar de não usarem alimentos locais, selecionam muito bem a qualidade de seus produtos.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasQue tipo de vinhos ou cervejas você tem?

Embora o cliente encontre a lista de bebidas detalhadas no cardápio, é bem possível que também pergunte ao garçom os tipos de produto oferecidos. Aqui, novamente, é essencial que a equipe pergunte ao cliente o que ele quer naquele momento, se algo refrescante, amargo, intenso, doce ou suave. Desta forma, pode fazer uma recomendação direta adaptada à sua descrição, porque o que geralmente acontece é que, após um longo olhando toda a lista de cervejas, por exemplo, o cliente acabe pedindo a mais comercial.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasPosso mudar isso no meu menu?

Outro pedido frequente é o de mudanças nos pratos. O importante é que a equipe saiba exatamente que tipos de mudança podem ser feitas e quais não podem, a fim de responder com segurança e gentileza. Em geral, se forem mudanças simples, como trocar legumes por batatas como acompanhamento ou não colocar açúcar em uma bebida, será fácil responder.

No entanto, se o cliente nos pedir algo que não é possível, também precisaremos ter um “ás” na manga. Se nos pedirem, por exemplo, para assar uma galinha que originalmente é frita e isso complica a situação para nossa cozinha, o garçom pode oferecer outros pratos similares que sejam assados e fazer a venda.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasIsso vai me custar mais?

Quando os clientes quiserem adaptar os pratos às suas preferências e incluir algum ingrediente extra, por exemplo, certamente vão querer saber se terão que pagar a mais por isso. Sim, é simples: o garçom responderá sim ou não, dependendo do caso.

A verdade é que você também deve ter uma boa atitude para responder a essa pergunta, para que o cliente não pense que o restaurante quer cobrar a mais , mas que valerá a pena pagar esse extra para melhorar sua experiência e por isso ele é cobrado.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasÉ muito apimentado?

Uma qualidade difícil de medir é o nível picância de um prato. Para clientes que gostam de comidas apimentadas, isso geralmente não é um problema, já que quanto mais, melhor. No entanto, a grande maioria dos clientes pode estar curiosa para experimentar um prato picante, mas precisa ter certeza de que não vai explodir suas bocas e arruinar a experiência. Uma opção de resposta é oferecer ao cliente. para experimentar, um molho apimentado que já esteja pronto e, de acordo com isso, dar a ele uma referência do prato. Claro que é essencial que o garçom tenha experimentado previamente e saiba a sua intensidade.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasComo este prato é preparado?

Embora o preparo dos pratos seja mais uma questão da cozinha, a equipe de salão também deve conhecer essa informação, ter presenciado o preparo de cada refeição e até mesmo saber por que as receitas são feitas dessa maneira, quais os benefícios que dá à comida ter este ou aquele tipo de cozimento, de que maneira ajuda no gosto e na qualidade a maneira como são servidos e outras curiosidades. Com essa pergunta, o garçom tem uma oportunidade de ouro para brilhar, dando uma resposta completa. É também uma boa forma de fidelização, porque os clientes terão essa informação extra que não encontrarão na concorrência.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasQuando minha comida chegará?

Outra questão que às vezes surpreende a equipe é o tempo que leva para a comida chegar à mesa. Faz sentido quando realmente houve um atraso, mas alguns clientes podem ser muito sensíveis a isso e perguntar antes do tempo ou insistentemente.

A primeira coisa será responder pacientemente e fazê-los entender que seu pedido não está atrasado propositadamente, mas que há um tempo de preparação. A segunda é verificar o estado do prato na cozinha, para informar honestamente ao cliente sobre qualquer atraso. E a terceira, caso haja um atraso real, é oferecer um pedido de desculpas, explicar o que está acontecendo e compensar com um produto para petiscar enquanto espera.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasPor que há um cabelo no meu prato?

Os erros na área de restauração estão na ordem do dia, então, é comum que um prato chegue frio à mesa ou que haja um cabelo. Uma situação tão vergonhosa deve ser resolvida, idealmente, com transparência e criatividade.

Pedir desculpas, sem exagerar ou permanecer no drama, e depois oferecer um incentivo suficientemente apetitoso para fazer o cliente esquecer o que aconteceu. Se a falha for grave, o garçom pode oferecer a troca do prato por outro melhor, sem cobrar por isso, oferecer uma bebida ou uma sobremesa grátis, por exemplo. O segredo aqui é manter a calma e lidar com a situação normalmente, para acalmá-lo.

TheFork 14 perguntas que os clientes fazem ao garçom e como respondê-lasPoderia embrulhar para levar?

Alguns clientes querem levar para casa uma porção mínima que ficou no prato. Para alguns garçons, pode ser estranho querer levar tão pouco, mas a verdade é que os clientes têm suas manias e, dentro do razoável, o restaurante pode agradá-los. Diante dessa pergunta, o melhor é que o garçom não mostre estranheza e responda naturalmente de forma afirmativa, compreendendo seu pedido, e que entregue ao cliente seu pequeno pacote para levar.

A esta lista, poderíamos acrescentar muitas outras perguntas que os clientes fazem aos garçons dos restaurantes. Você se identificou com alguma? Você sabe como responder bem em seu negócio? Esperamos que sim e que seus clientes deixem comentários bons sobre sua atenção. É a melhor maneira de se destacar da concorrência!

Nós convidamos você a conhecer todos os benefícios do TheFork para o seu restaurante. Clique aqui e descubra todos os clientes que você pode captar mensalmente com nossa plataforma.

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Mais de 50 000 trabalham com o TheFork - Experimente sem compromisso -