O sonho de todo restaurante é poder atrair clientes que adorem o local, que o frequentem sempre, que aproveitem a experiência gastronômica e a recomendem. É uma utopia?  Não é!  É um objetivo atingível, e não são necessárias fórmulas mágicas para alcança-lo.

O truque é saber quem são os clientes certos e ir atrás deles.

Em marketing, isso é chamado de “buyer persona” e se refere ao perfil de cliente ideal para cada negócio, o qual deve ser claramente definido para que todas as estratégias possam ser dirigidas a ele. Você sabe quem é o cliente ideal para o seu restaurante? Use os seguintes passos para descobrir.

Passo 1: Definir os seus serviços

Para saber quem são os seus clientes ideais, você deve saber primeiro quem você é. Assim, é indispensável responder com segurança as seguintes perguntas:

  • Qual é o seu tipo de restaurante?
  • Qual a experiência gastronômica que oferece?
  • Quais serviços podem ser encontrados no seu restaurante?

E procure também responder as seguintes perguntas negativas sobre seu negócio:

  • Qual tipo de restaurante o seu negócio não é?
  • Quais serviços não são encontrados no seu restaurante?

Ao definir o perfil do seu restaurante é possível que você repare os vários tipos de clientes que podem visitar o seu restaurante. Por exemplo:

TheFork Quer atrair o cliente perfeito? Defina o perfil dele!Um restaurante de gastronomia asiática: Oferece produtos variados e se adapta às tendências. A especialidade da casa é o salmão e suas variedades de gyosas, ainda que, recentemente, tenha incorporado novos pratos, como o “Lámen” para atrair novos clientes. Atrai principalmente 3 tipos de cliente: executivos que trabalham na região e chegam para almoçar. Mulheres de 35 a 45 anos, no jantar, e millennials foodies atraídos pelos pratos da moda.

Diante deste panorama tão variado, como saber qual é o cliente ideal do negócio? Realizando o passo 2.

Passo 2: Reunir as informações

Este é o passo mais importante do processo. Consiste em recolher informações de todas as fontes relacionadas ao restaurante por meio de diversas vias:

Faça pesquisas e crie formulários

Pode fazer desde pesquisas em seus canais digitais (Facebook – Twitter – web) até formulários mais elaborados em suas campanhas de e-mail ou SMS. O importante é que possa fazer perguntas que lhe ajudem a saber todo tipo de informação dos clientes.

Dados básicos: Estado civil, filhos, estudos, renda, trabalho, etcs.

Informação qualitativa: Quais são seus gostos e motivações? O que o leva a escolher um restaurante? Que necessidades busca satisfazer em um restaurante? Com quem gosta de sair para comer fora? Com que periodicidade faz isso? Faz reservas online? Pelo celular ou pelo computador?

E informação direta sobre o seu negócio: De quais produtos do seu restaurante eles gostam e de quais não gostam? O que acham do serviço? O que mudariam? Por que preferem o seu restaurante?

Aproveite o seu banco de dados

Você pode guardar na ficha de cada cliente que for no seu restaurante informações sobre o consumo, como bebidas e comidas que preferem, onde gostam de sentar, produtos que não gostam e as suas preferências.

Desta maneira, conhecerá melhor os clientes que visitam o seu restaurante. Se você envolver todos os funcionários nessa tarefa, especialmente os garçons, que estão em contato constante com os clientes, poderá ter um valioso banco de dados para lhe ajudar a atrair clientes.

Com o TheFork Manager, é muito simples. Caso ainda não tenha um banco de dados dos seus clientes, clique aqui.

Analise as suas redes sociais

Com as ferramentas de marketing do Facebook e do Twitter, pode reunir e analisar diferentes dados, que lhe darão mais informações sobre os seus seguidores, sendo que destas, algumas informações são básicas, como idade, sexo, profissão e endereço e outras são mais complexas, como gostos, interesses temáticos e os conteúdos que mais consomem. Ao analisar as redes, pode ser que descubra que a maioria dos seus seguidores são mulheres com uma idade avançada e que amam vídeos de receitas. Neste caso, o ideal é tomar a iniciativa de fazer seus próprios vídeos e publicá-los em seus perfis para atrair esse tipos de cliente.

Passo 3: Criar o perfil para atrair clientes perfeitos

Quando obtiver todas as informações, poderá começar a criar o personagem, sua história, as características de sua personalidade e os seus hábitos de consumo. Uma boa maneira é construir o perfil em várias fases:

  • Primeiro, saber quem é o cliente.
  • Depois, procure saber quais são suas metas e motivações.
  • E, por último, como o seu restaurante pode ajudá-lo a satisfazer as suas necessidades de consumo.

Por exemplo:

TheFork Quer atrair o cliente perfeito? Defina o perfil dele!Mulher. 39 anos. Casada. Sem filhos. Executiva. Seu poder aquisitivo é médiano e gosta de investir em restaurantes. Sua rede social preferida é o Instagram. Publica imagens dos produtos que consome e de suas viagens. Vai a restaurantes 3 vezes por semana. Nos dias de trabalho, vai a restaurantes com os colegas e, nos finais de semana, com suas amigas e seu marido. Gostam de locais espaçosos e modernos. Amante do bom vinho. Aberta a experimentar novos pratos. Gosta do atendimento personalizado e rápido. Ocasionalmente faz reservas online em restaurantes.

O objetivo final é focar suas ações de marketing  em um perfil de cliente que seja o mais definido possível, de forma a atraí-lo e fidelizá-lo. Com toda esta informação, você também poderá adaptar o cardápio, os preços, a decoração, os eventos e o serviço para atender as necessidades deste cliente perfeito que estará sempre preenchendo as mesas do seu restaurante. É uma tarefa que requer esforço e dedicação, mas cujos resultados valem a pena.

Outros artigos que lhe poderão interessar

TheFork turismo gastronômico

Dicas

Junte-se ao boom do turismo gastronômico

Dicas

A personalização no marketing de restaurantes

Dicas

Rodízio de chefs: uma ideia original para atrair clientes

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Mais de 40 000 trabalham com o TheFork - Experimente sem compromisso -