Como o Instagram mudou o marketing de restaurantes

#instagram#marketing de restaurantes

Como seria estranho pegar numa máquina fotográfica e tirar fotografias da comida num restaurante há 30 anos? E quão estranho é atualmente, estar num restaurante cheio de clientes e que ninguém registe a sua experiência para a partilhar com os seus seguidores?

Vivemos uma mudança vertiginosa em todas as indústrias, mas especialmente no marketing de restaurantes que não voltou nem voltará a ser aplicado da mesma forma… depois do Instagram.

TheFork Como o Instagram mudou o marketing de restaurantesAntes: O cliente telefonava para fazer uma reserva no restaurante que tinha sido recomendado pelos seus amigos ou familiares. Chegava, desfrutava da experiência e ia-se embora. Depois, provavelmente comentava essa experiência com algumas pessoas, que fariam o mesmo processo. Um ritual de comer fora de casa, bastante simples e muito parecido para todos os clientes.

Como o Instagram mudou o marketing de restaurantesHoje: O cliente vê uma fotografia suculenta de um prato no Instagram. Vai ao perfil do restaurante, clica no link que está na sua biografia para realizar uma reserva. Chega ao restaurante, liga-se à rede wi-fi, tira fotografias ou faz um vídeo dos pratos assim que são colocados na mesa, partilha-os no Instagram e depois, por fim, desfruta da sua comida, que certamente foi apresentada pelos flashes digitais. Nesse mesmo momento muitíssimas pessoas sofrem o impacto desta publicação e certamente irão ao perfil do restaurante e fazendo clique no seu link de reservas… e assim continua um ciclo de atração, venda e fidelização muito próprio do marketing atual.

(Se ainda não dispõe de um link para que os seus seguidores reservem clique aqui).

Mas o Instagram não serve apenas para partilhar conteúdo gastronómico, mas também para:

É utilizado para decidir o quê e onde comer

Daí a importância de o restaurante ter um perfil forte e o suficientemente atraente para que os utilizadores não o descartem e, depois, para que o escolham. E se para além disso, tiver pratos, decoração e um serviço que merecem ser comentados mediante posts, Instastories ou vídeos em direto, então será a cereja no topo do bolo.

Mudança na forma de comer dos clientes

Os clientes valorizam mais a comida

Com o Instagram a comida vem em primeiro lugar e faz parte primordial do estilo de vida que os clientes partilham nas suas redes sociais. Isto fez com que se interessem mais pelos ingredientes, valores nutricionais, apresentação dos pratos, sabor e regra geral, que estejam mais familiarizados que nunca com o mundo gastronómico.

O Instagram serve de elo de ligação entre o universo do restaurante e os seus potenciais clientes, que agora são também cativados, pelo dia a dia dos cozinheiros, mudança da decoração ou contratação de um novo chefe. Uma vantagem enorme para os negócios de restauração!

Os clientes estão abertos a novas experiências culinárias

O Instagram estimula a imaginação e é uma fonte de novas ideias e produtos. Isto tem permitido a abertura a novas experiências gastronómicas por parte dos clientes. Como uma receita à base de insetos, por exemplo, que hoje em dia não só é vista com curiosidade, como também se converteu numa nova tendência.

Esta mudança também ajuda os restaurantes a terem uma maior versatilidade na altura de inovar e de criar novas formas de aumentar os seus lucros. Também é um empurrão para os chefes, que agora podem experimentar mais livremente. Como David Muñoz, cabeça do restaurante DiverXO, conhecido pelas suas excentricidades na cozinha. Neste post, mostra o resultado de um prato feito com sémen de polvo, onde obtém mais de 4 mil likes.

Mudança no marketing de restaurantes

Adaptação da oferta

Quantos restaurantes adaptam a apresentação da sua oferta gastronómica para que seja irresistível à câmara do telemóvel dos seus clientes? Muitos! Pois os pratos coloridos, cremosos, com muito azeite, brilhantes e com misturas de texturas, são os mais apreciados no universo Instagram.

Quando uma receita se converte em “trending topic”, os restaurantes modificam a sua ementa para a incluir e satisfazer os seus clientes. Mais ainda quando se trata de encher as mesas de dois tipos de clientes: os millennials e a geração z, que nasceram e cresceram a associar de forma natural o comer fora de casa à sua conta do Instagram. Estes simplesmente querem ser surpreendidos para depois surpreenderem os seus seguidores.

E como se pode surpreender um millennial? Esta seria a pergunta feita por The Tea Terrace em Londres, onde criaram o Selfieccino, um capuchino com a cara do cliente na sua espuma. Impacto assegurado! Através de um scanner especial reproduzem qualquer imagem da escolha do cliente na espuma dos seus capuchinos. Uma estratégia de marketing de restaurantes que os fez ser notícia.

Introducing the ‘Selfieccino’ ….. we are proud to be the first restaurant in the United Kingdom and the whole of Europe to introduce the Selfie/Cappuccino combo. Simply take a seflie, send it to our staff at The Tea Terrace Restaurant and Tea Room at the House of Fraser in London on Oxford Street, and they will make you a delicious Selfieccino which you can show off to all your friends on Instagram, Twitter and Facebook. We have introduced new technology which allows us to print your selfie or any image or any message on the froth of your cappuccino. Don’t you think it looks amazing?! The Selfieccino only costs £5.75 and is only available at our London Oxford Street branch from December 4th onwards.

Uma publicação partilhada por The Tea Terrace (@theteaterrace)

Adaptação do espaço

Os restaurantes também se tornam instagrameáveis quando alteram a decoração e a iluminação dos seus espaços, para que cumpram os códigos visuais do Instagram. Materiais brilhantes, naturais, pedra, mármore, madeira, metais luminosos, louças coloridas, lâmpadas com luz difusa e sobretudo beleza e originalidade, são os elementos da nova linguagem digital.

Oportunidades para todos

Outra característica que merece destaque e que é um instrumento acessível a todos os tipos de restaurantes. Qualquer negócio pode realizar campanhas de publicidade e chamar a atenção de muitas pessoas, com um investimento razoável. Também se pode conseguir que os influencers gastronómicos e os meios em geral, não só partilhem informações sobre os restaurantes estrela Michelin, como também reparem nos pequenos e médios negócios que fazem um bom trabalho diariamente.

Uma forma de democratizar a publicidade e permitir que todos os restaurantes possam ter acesso aos potenciais clientes através das mesmas vias. Esta é uma oportunidade de restaurantes de menor dimensão fazerem publicidade com investimentos realmente baixos, atraindo assim bastantes clientes.

DADOS: Segundo um estudo realizado pelas empresas Fullscreen e MediaScience, os utilizadores de 13 a 24 anos não evitam a publicidade no Instagram, chegando até mesmo a partilhá-la. O que significa que as perspetivas são positivas e incentiva os restaurantes a investirem neste tipo de publicidade tendo em conta um conteúdo suculento.

O seu restaurante tem um perfil ativo no Instagram? Esperamos que sim!

Deveria ler os seguintes artigos para que a sua conta seja realmente impressionante:

7 formas de utilizar o Instagram Stories para o seu restaurante.

5 erros a evitar na sua conta do Instagram.

Exemplos criativos para o marketing do seu restaurante no Instagram.

E caso já tenha sucesso no Instagram, lembramo-lo que é de vital importância colocar o link do seu perfil de TheFork na biografia da sua conta, para que os seus seguidores possam reservar na nossa plataforma. Ainda não faz parte da nossa comunidade? Não há problema! Clique aqui para passar a fazer parte agora. ¡Milhões de clientes esperam por si!

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Junte-se aos mais de 50 000   restaurantes já inscritos no TheFork- Experimente o TheFork sem compromisso -