O mundo muda, torna-se mais consciente, saudável e solidário. É um facto. Segundo as tendências de 2018, os consumidores cada vez valorizam mais as ações que favorecem o bem-estar da sociedade, a preservação da natureza e o apoio a coletivos em crise. Com estas mudanças, é evidente que a gestão de restaurantes também se humaniza mais.

É por isso que são cada vez mais os casos de negócios de restauração, que participam ativamente em atividades filantrópicas e de responsabilidade social corporativa. Um grande avanço no sector! Mas uma coisa é certa, acreditamos que para que realmente funcione, os restaurantes que optarem por esta linha corporativa, deverão fazê-lo de forma autêntica, com uma verdadeira vontade de colaboração, e não simplesmente pelos pontos que possam ganhar na sua imagem de marca.

Qual é o objetivo?

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesTer uma filosofia mais ética e solidária, para que a missão do restaurante cresça, passando de ser um negócio que serve comida para se converter numa empresa que satisfaça o prazer de viver experiências gastronómicas dos seus clientes e o prazer de ajudar, de contribuir socialmente, em simultâneo.

Neste sentido, é muito importante que toda a equipa esteja em sintonia e que na altura de escolher perfis de empregados de mesa, cozinheiros, gerentes, se dê prioridade àqueles candidatos dispostos a participar nesta forma de negócio consciente. Assim, poder-se-ão aplicar políticas como a reciclagem, gestão de resíduos ou doação de alimentos, por exemplo, de forma correta.

É o vosso caso?

Aqui apresentamos-lhe algumas formas de levar a cabo esta consciência social no vosso negócio. Todas contam!

Ideias para ser um restaurante solidário

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesOrganizar eventos, menus ou promoções especiais, onde parte dos lucros serão doados a causas humanitárias, ajuda em catástrofes naturais, etc. Estas ações incentivam os clientes a ter uma atitude solidária, a identificarem-se com este aspeto do restaurante, e a darem onde mais é preciso.

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesDoar parte das gorjetas que recebe a equipa a algum centro social do bairro. Neste caso, para além de contribuir para uma boa causa, fomentam-se entre o pessoal.

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesJuntar a comida excedente e em bom estado e levá-la periodicamente a cantinas sociais. Uma ação que muitos restaurantes já realizam, e que os aproxima da comunidade.

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesProporcionar oportunidades de trabalho a empregados com deficiências, para favorecer a integração de todas as pessoas.

TheFork - Responsabilidade social na gestão de restaurantesPartilhar os espaços do restaurante com a comunidade para a realização de workshops culinários, aulas de línguas, mercados solidários, exposições de artistas locais, reuniões de grupos ecologistas, etc.

TheFork - Responsabilidade social na gestão de restaurantesJuntar-se à economia local e apoiar os pequenos produtores, cozinhando com alimentos mais orgânicos e frescos. Uma ação com duplo propósito, pois favorece esta forma de consumo e também satisfaz os clientes que se preocupam com a sua saúde.

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesIntroduzir sistemas de consumo eficiente para reduzir os gastos em eletricidade, gás, água, assim como fazer reparações ou trocar equipamentos em mal estado. 

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesImplementar uma política de redução de resíduos e de utilização de produtos biodegradáveis, para diminuir o impacto ambiental do restaurante.

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesFomentar a consciência social através das publicações do restaurante nos seus canais digitais e redes sociais. Não só para dar a conhecer as ações que realiza, mas também para difundir esta filosofia de vida entre os seus seguidores/clientes.

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesAderir a campanhas sociais que sejam organizadas no sector e participar ativamente…

…como, por exemplo:

“Comas onde comeres, o importante é ajudar”

TheFork Responsabilidade social na gestão de restaurantesEste é o slogan de uma importante colaboração entre a Fundação Infantil Ronald McDonald e o TheFork , em Espanha. Juntámo-nos com o objetivo de servirmos de ponte entre os clientes que frequentam os restaurantes associados à nossa plataforma e as famílias ajudadas por esta organização. A dinâmica é que por cada reserva feita nos restaurantes que aderiram à campanha no TheFork, se destine um euro de donativo para o trabalho da Fundação, que consiste em manter as famílias perto das suas crianças quando estas estão hospitalizadas.

Para além da contribuição social, também é uma iniciativa que permite ao sector da restauração participar mais ativamente em causas tão importantes como esta.

Restaurant Week

Outro evento solidário que realizamos no TheFork é a Restaurant Week, um evento gastronómico  com a duração de, aproximadamente, duas semanas, onde os clientes podem desfrutar de menus exclusivos por 20 euros em restaurantes considerados de luxo, incluindo restaurantes com estrelas Michelin. Por cada menu, 1 euro é doado a instituições de solidariedade seleccionadas em cada Edição..

No Restaurant Week todos saem a ganhar. Ganham os clientes que têm a oportunidade de degustar menus da alta gastronomia a um preço bastante acessível, ganham os projetos da ONG que recebem o dinheiro doado e também os restaurantes que servem de plataforma para que tudo isto seja possível.

Restaurantes contra a fome

Em Espanha existe a campanha “Restaurantes contra a fome”, onde os negócios participantes destinam parte dos seus rendimentos (entre 0,5 e 2 euros por prato) à ONG Acción contra el hambre, que se encarrega de abastecer produtos a países em crise alimentar.

Quique Dacosta, reconhecido chefe espanhol, 3 estrelas Michelin, é o padrinho desta ação, onde o interessante é que através da web, os clientes podem pesquisar entre os mais de mil restaurantes associados onde irão comer e contribuir por esta causa social.

Uma gestão de restaurantes mais solidária? Sem dúvida! Assim até dá vontade, não é?