É um facto, se quiser atrair novos clientes, é altura de pensar em ter um restaurante mais saudável. Referimo-nos a adaptar o seu negócio aos novos hábitos de alimentação saudável, já que não é uma moda passageira, mas sim um novo estilo de vida cada vez mais global:

  • No relatório sobre tendências mundiais de alimentos e bebidas 2017 de Mintel, os legumes vão à frente e o hábito de comprar produtos saudáveis já não é um luxo.
  • Cuidar da alimentação é cada vez mais habitual, em países como a Suíça, Suécia, Holanda, Dinamarca, Portugal ou Bélgica, onde desde há 8 anos têm um dia vegetariano por semana.
  • Noutros países como a França, 46% da população valoriza muito positivamente os restaurantes que têm pratos vegetarianos, segundo um estudo de CHD experts.
  • Em Espanha, por outro lado, o consumo de produtos ecológicos cresceu 24,5% em apenas um ano, segundo o último estudo do Ministério da Agricultura e Pesca, Alimentação e Meio Ambiente.

E poderíamos continuar a citar números, a verdade é que é uma realidade latente.

Como se adaptar a esta?

É necessário compreender as necessidades e motivações dos clientes que procuram comer e cuidar da sua saúde ao mesmo tempo, de forma a que você e a sua equipa lhes possam dar um atendimento personalizado e conseguir assim uma fidelização à prova de fogo. Neste sentido, aclaremos alguns termos imprescindíveis desta tendência:

Vegetarianos: a sua alimentação não inclui carne nem peixe.

Veganos: a sua alimentação exclui qualquer alimento de origem animal (carnes, ovos, mel, lácteos), assim como qualquer produto proveniente destas indústrias.

Flexitarianos: a sua alimentação é mais “flexível”, pois consomem certas carnes, e principalmente peixe.

Cliente Eco: a sua alimentação é baseada em produtos ecológicos, os chamados “real food” ou comida real, cuja origem é de hortas e fornecedores das redondezas e excluem produtos industriais.

E depois existem os clientes que recentemente adotam estes hábitos, que comem de tudo, mas que cada vez mais valorizam ofertas saudáveis nos restaurantes.

Para satisfazer todos estes perfis, é ideal que possa incluir na sua ementa pratos realizados com os seguintes produtos, pois constituem a base das refeições mais consumidas:

  • Frutas (as tropicais como o abacate, coco, manga, maracujá, estão na moda)
  • Hortaliças
  • Legumes
  • Cereais integrais
  • Sementes e superalimentos (quinoa, chia, cânhamo, sésamo, ricas em nutrientes)
  • Óleos mais saudáveis (azeite virgem extra, coco)

Também será um verdadeiro prazer aplicar as seguintes práticas, para fazer com que o seu restaurante brilhe ainda mais entre estes clientes:

Mais produtos vegetais

Inclua pratos na sua oferta que tenham ingredientes ricos em proteína vegetal como o grão, por exemplo, pois é a forma como os clientes veganos e vegetarianos obtêm os nutrientes presentes na carne animal. Por isso o húmus, os dips de legumes ou os hambúrgueres vegetais, são vendidos como pão quente. Procure também alternativas para os produtos lácteos de origem animal (para os intolerantes à lactose), como os leites vegetais de arroz, amêndoa, soja, na altura de fazer cremes ou batidos.

Convidamo-lo a ler este artigo para ter mais ideias sobre pratos vegetarianos no seu restaurante.

Menos aditivos químicos

Outro grande ponto forte para o seu restaurante seria incluir alguns pratos feitos exclusivamente com produtos ecológicos comprados a um fornecedor de confiança. Os clientes irão preferir estas receitas, pois não contêm conservantes e aditivos químicos presentes na maioria dos alimentos industriais. Uma tortilha de ovos bio, um risotto de espargos ecológicos, um frango de curral (criado respeitosamente e sem hormonas) com legumes tenros acompanhado de uma cerveja artesanal… serão os favoritos dos seus clientes saudáveis.

Doce natural

Um dos ingredientes mais temidos nesta tendência é o açúcar refinado, por isso não é de estranhar que um ou outro cliente insista em perguntar se têm algum prato realmente livre deste produto, não só para evitar as calorias que proporciona como também pelos efeitos prejudiciais para a saúde. Por isso, será muito apreciado dispor de receitas adoçadas de uma forma natural, com frutas ou produtos alternativos como o açúcar de coco ou o melaço de arroz. Um molho de tomate adoçado com tâmaras, por exemplo, pode ser uma delícia sã. Já para não falar do tentador que será, encontrarem na sua ementa sobremesas adoçadas de forma natural.

.

Sem glúten

Outra tendência cada vez mais generalizada é oferecer pão sem glúten como o de trigo sarraceno, milho ou quinoa. Pode experimentar. Comece a oferecê-lo como complemento nos seus menus e verá como cada vez mais clientes preferirão esta opção ao pão de trigo tradicional, já que a sua digestão é mais fácil, engorda menos e é também saboroso. Os clientes celíacos, como seria de esperar, apreciarão em especial este pormenor.

.

As redes sociais: fonte de inspiração para atrair clientes

A Internet está repleta de conteúdos sobre estes temas. De facto, os próprios consumidores são os criadores de publicações e vídeos sobre a alimentação saudável e especialmente sobre receitas que terminam por se converter em trending topic. Pode procurar inspiração para o seu restaurante no Instagram e no Twitter utilizando hashtags como #realfood ou #veggie. Também é uma excelente ideia seguir youtubers especializados em comida saudável e com muitos seguidores, para tirar ideias e para as implementar no seu restaurante.

TheFork Atrair clientes - Um restaurante mais saudável atrai mais clientes

Caso se junte a esta tendência lembre-se que é fundamental informar os seus clientes disso, colocando todos os dados da sua oferta na ementa, nas suas promoções de redes sociais, e em todas as suas comunicações. Caso o seu restaurante esteja anunciado em TheFork, poderá colocar-lhe a etiqueta saudável ou com pratos vegetarianos, para que apareça nestas listas quando os clientes procurarem onde comer na sua cidade. (Clique aqui se ainda não estiver em TheFork).

O mundo vai alterando e a alimentação também, pelo que a chave em restauração está em nos adaptarmos a tempo para atrair clientes de forma contínua e assim assegurarmos o êxito. E no seu restaurante… Já estão preparados?

Outros artigos que lhe poderão interessar

Conselhos

Atreva-se a inovar para atrair clientes para o restaurante

TheFork Erros no perfil do Facebook do restaurante - Atrair clientes

Conselhos

Erros no perfil do Facebook do restaurante

Conselhos

Enviámos 1000 pessoas, num mês, para este restaurante…

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Junte-se aos mais de 40 000   restaurantes já inscritos no TheFork- Experimente o TheFork sem compromisso -