Na gestão de restaurantes, tem sido comum ouvir que uma grande percentagem dos locais de restauração não chega aos 3 anos. Felizmente verificamos que esta situação está a mudar, graças ao facto de que os proprietários de restaurantes dispõem cada vez mais de informação e ferramentas, para levar para a frente um negócio tão complexo como o da restauração.

Abrir é difícil, como já sabemos, mas permanecer pode ser ainda mais complexo, especialmente se não forem atendidos a tempo certos aspetos cruciais. Estar alerta para certos sinais, que vão aparecendo com o desenvolvimento do negócio, pode ser a chave para prever dificuldades e encontrar soluções.

Num artigo que publicámos recentemente, falamos sobre os sinais de uma gestão de restaurantes bem-sucedida. Nesta ocasião somos um pouco mais cautelosos e falamos sobre as 10 pistas que podem indicar que o negócio não está a correr tão bem como se pensa. Leia atentamente e caso encontre algum destes sinais no seu restaurante, arregace as mangas imediatamente:

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr mal

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malO restaurante está vazio nas horas de ponta

Ter as mesas vazias em algumas alturas é “normal” em todos os restaurantes. O que seria um mau sinal, é que o restaurante esteja vazio nas horas de ponta ou nos serviços mais importantes. Mais ainda se os restaurantes da zona estiverem cheios. Se este for o seu caso, responde a esta pregunta: O que encontram os clientes na concorrência, que não há no seu negócio? Atendimento ao cliente personalizado? Comida mais saudável? Alguma tendência que esteja na moda?

Lembre-se que com TheFork poderá implementar várias estratégias para encher as suas mesas sempre que necessitar. Clique aqui para o podermos ajudar a consegui-lo.  

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malOs gastos são maiores que as vendas

Se num restaurante gasta-se mais dinheiro do que aquele que entra, é um sinal muito evidente de que as finanças não estão a funcionar corretamente. Mesmo que se trate de um restaurante muito popular, a contabilidade tem que dar sempre números positivos. Para tal, é fundamental conhecer bem quais são os gastos fixos e os variáveis, e estabelecer bem as prioridades. Assegure-se de que os seus pratos são rentáveis e que cobrem as necessidades principais. Reveja o custo dos alimentos, dos fornecedores, o salário dos seus empregados e faça as mudanças que forem necessárias. Evite a todo o custo os números vermelhos.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malO inventário é impreciso

Um stock desordenado e impreciso também é um mau sinal na gestão de restaurantes, pois indica que não se tem um controlo das compras e da utilização destes produtos. A verdade, é que para conhecer o verdadeiro custo dos seus pratos, é imprescindível rever regularmente o inventário e atualizar os preços. Isto também ajuda a otimizar as compras, a eleger bem os produtos que realmente se vendem e a excluir da ementa os pratos em que sobra comida nos pratos. Também serve para levar a cabo uma política de redução de resíduos e para poupar.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malHá demasiada rotação do pessoal

Se fosse várias vezes a um mesmo restaurante num período curto de tempo… Não ficaria desconfiado se os empregados fossem sempre diferentesPois é esta a imagem com que ficam os clientes acerca do seu negócio, caso haja demasiada rotação de pessoal. Seja porque os empregados se vão embora de uma forma voluntária, ou porque o pessoal que contrata não dá conta do serviço, é prioritário resolver este problema o mais rápido possível. Um assessor de recursos humanos poderia ser uma grande ajuda.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malA equipa trabalha com má vontade

Um termómetro infalível da saúde de um restaurante é a atitude da equipa. Se o pessoal chega atrasado, trabalha de mau humor, deixa de ser proativo ou já não tem a mesma paixão na maior parte do tempo, algo está a falhar. Pode falar com estes e perguntar-lhes o que se passa. Salários baixos? Más condições laborais? Sobrecarga de trabalho? Problemas de organização? Assegure-se também de ter um bom gerente, pois é a peça chave para coordenar bem a equipa.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malO dono faz o trabalho dos empregados

Embora o dono de um restaurante costume ser a pessoa mais implicada no negócio, encontrá-lo frequentemente a fazer o trabalho de um empregado ou empregada de mesa, não é um bom sinal. Pode indicar que o negócio não tem o lucro suficiente para pagar a este pessoal, ou que não está a distribuir bem o dinheiro. Se este for o seu caso, reveja com honestidade todos os seus gastos e tente fazer ajustes. É melhor investir num empregado de mesa, do que numa decoração muito exclusiva, ou em ingredientes muito caros para impressionar os clientes.

Para delegar com confiança as tarefas à sua equipa, pode integrar no seu negócio TheFork Manager, um software de gestão que permite coordenar diversas tarefas para poupar tempo e esforço. É muito útil para que a cabeça do restaurante se possa centrar nas suas funções. Clique aqui para o obter de forma gratuita.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malOs clientes habituais deixam de vir

Porque razão um cliente habitual deixaria de vir ao local? A razão mais frequente é alguma falha no atendimento ao cliente, sentir-se abandonado como cliente habitual, ou não tratado de forma especial. Também se pode dever a um aumento desproporcionado dos preços, porque a qualidade da comida tem vindo a diminuir ou pelo facto do restaurante não estar a seguir as tendências do momento. Os clientes habituais são os nossos melhores aliados para sabermos se algo está mal, por isso lembre-se de praticar a personalização constantemente para ter uma sólida fidelização de clientes.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malO restaurante recebe menos reservas

Caso repare que cada vez há menos reservas das suas mesas, pode ser um sinal de alarme que deverá atender imediatamente. Mais ainda se o seu negócio depende desta forma de atrair clientes, por se encontrar numa zona com poucos clientes de passagem, por exemplo. Para receber reservas não basta publicar o restaurante nos canais digitais e esperar que os clientes cheguem. Assegure-se de ter um perfil atraente, informar sempre de todas as suas ofertas e de fazer promoções que o ajudem a captar sempre clientes. Leia aqui para saber como multiplicar as suas reservas com TheFork.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malAumentam os comentários negativos

Receber críticas online de vez em quando, é natural, pois nem todos os dias correm da mesma forma na restauração, mas caso aumentem, há que as resolver. De facto, os comentários negativos são uma grande oportunidade para saber o que não está a funcionar e para o melhorar. Responder a estas críticas também é fundamental para a imagem de marca do negócio. Pode ter uma política para responder a todas as opiniões de forma assertiva, e aplicá-la sempre. No seguinte artigo explicamos-lhe como: 7 truques de marketing para responder às opiniões.

TheFork 10 sinais de que a gestão do restaurante está a correr malO restaurante reduz os seus horários

Há restaurantes que de um momento para outro fecham um serviço, abrem um dia menos ou reduzem os seus horários. Isto costuma ser um sinal de que os gastos para funcionar não estão a ser cobertos, e que se toma esta medida para ultrapassar este problema durante um tempo ou, simplesmente, para não se ter que fechar. Nestes casos, é muito importante comunicar aos clientes essas mudanças de horários, e evidentemente desenvolver estratégias para sair do atoleiro. Se este é o seu caso, clique aqui para ler alguns exemplos de eventos que poderá realizar para levantar esses dias mais mortos. O importante é ultrapassar o problema!

É difícil manter um negócio de restauração? Claro que sim. No entanto, desde TheFork acreditamos que é um desafio apaixonante e que todos os esforços valem a pena. Um caminho de aprendizagem constante, com erros e fracassos, mas também com grandes alegrias e recompensas. É ou não é tão bom ter as suas mesas cheias de clientes felizes? De certeza que sabe do que falamos! Então, se no seu restaurante existe algum destes 10 sinais, está na altura de mudar esta situação. Clique aqui caso necessite de ajuda para o conseguir. Em TheFork temos todo o prazer em o ajudar.  

Outros artigos que lhe poderão interessar

TheFork gestão de restaurantes Den moderne restaurant fra A til Z

Conselhos

A restauração moderna de A a Z (parte 1)

TheFork 7 truques para a contratação temporária de pessoal gestão de restaurantes

Conselhos

7 truques para a contratação temporária de pessoal

11 formas de poupar na gestão de restaurantes

Conselhos

11 formas de poupar na gestão de restaurantes

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Junte-se aos mais de 40 000   restaurantes já inscritos no TheFork- Experimente o TheFork sem compromisso -