Como todos os anos, é chegado este momento de abrir bem os olhos e observar as tendências que aparecem para incorporá-las nos planos de marketing dos restaurantes, neste caso, a partir de 2018. O ano da grande consolidação de uma tendência que começou a tomar forma em 2017 Adivinha qual é? Com certeza você tem uma ideia!

De acordo com o relatório global de tendências de alimentos e bebidas 2018 da empresa Mintel, o consumo natural, sustentável e transparente deixará de ser uma filosofia exclusiva e de luxo para se tornar diário e generalizado. Sim, o cuidado pessoal e com o planeta é a tendência mais forte, como resposta à estressante e frenética vida moderna. E é o que também determinará as novas demandas dos clientes. O seu negócio está preparado para oferecer uma experiência gastronômica adaptada a esse estilo de vida?

Responda esta pergunta lendo uma a uma as tendências mais destacadas do setor de restaurantes para 2018. Não fique para trás!

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018Restaurantes mais naturais e sustentáveis

Poderíamos dizer que se trata de ir um passo além da tendência do saudável. A idéia é contar com uma oferta gastronômica composta de alimentos em seu estado mais natural e orgânico, para a saúde dos clientes, que agora procuram cuidar de si mesmos, e também para a saúde do planeta em geral.

– Ganhará pontos a alimentação baseada em plantas. Mais vegetais, mais clientes felizes. Claro, os restaurantes já não precisam se tornar vegetarianos, veganos ou flexitarianos, mas contar, dentro de sua oferta, com pratos feitos com vegetais, frutas, algas, cereais, por exemplo, para atrair mais clientes. Aqueles que também oferecem pratos feitos com produtos 100% orgânicos e da região serão os reis do mercado.

– Em relação às opções de carne, crescerá o consumo de curral e de animais de crescimento lento, cuja produção é baseada em processos menos agressivos.

– Também se sobressaem os utensílios feitos à mão, de cerâmica, madeira, argila e materiais mais naturais.

– Claro que se destacarão os restaurantes com opções de receita “sem” açúcar refinado, glúten, lactose, cafeína etc.. Uma tendência que também responde às políticas de conscientização da saúde que estão sendo aplicadas em países como França, Espanha e Itália, onde são cobrados impostos sobre produtos açucarados, por exemplo.

– Em termos de fast food, ganharão terreno os locais que, apesar de servirem comida de preparo mais rápido e informal, mantenham à frente a bandeira do saudável e chique.

– O uso criativo dos resíduos e a aplicação do trashcooking de forma cotidiana também será muito valorizado pelos clientes. É importante, então, não apenas servir uma refeição mais natural, mas também ter planos de eficiência energética e de redução de resíduos para o meio ambiente, bem como realizar ações de responsabilidade social.

Um bom exemplo de todas essas práticas é o espaço gastronômico da economia solidária Mescladis, localizado em Barcelona, Espanha, onde os chefs são os alunos de suas oficinas comunitárias de culinária sustentável, que fazem receitas criativas e multiculturais com produtos orgânicos e de suas próprias hortas. É a alma do bairro onde está localizado, graças a esse sentido social e saudável ao qual está orientado.

.

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018Restaurantes pop up

A agitada vida moderna condiciona as expectativas dos clientes no setor de restaurantes. É por isso que as experiências gastronômicas com o fator surpresa como principal característica serão as preferidas em 2018. Uma tendência derivada deste padrão são os restaurantes itinerantes, que  estão ganhando cada vez mais força.

A proposta é que os restaurantes também possam ser móveis, fornecendo experiências irrepetíveis. Assim, chefs e empresários do setor estão fazendo tours gastronômicos em diferentes cidades do mundo e agradando mais paladares. Também é uma prática usada para experimentar diferentes localizações dentro da mesma cidade e até mesmo tentar diferentes menus antes de abrir um negócio.

Se você achar interessante, pode incluir no seu plano de marketing de 2018 mudar a equipe da cozinha e o conceito gastronômico por uma semana, por exemplo, convidando chefs talentosos e empresários da área para participar e, assim, surpreender seus clientes.

Isso é o faz o restaurante Chefsclub Amsterdam Lounge, onde a cada dia diferentes chefs fazem rodízio em seus fogões. Uma maneira de divulgar as novas propostas no setor, as novas gerações e também, é claro, aproveitar esta tendência que busca provocar um “uau” nos clientes diariamente.

..

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018Restaurantes mistos: comida e festa

Em 2018, comer fora de casa é uma atividade de lazer, em vez de uma necessidade alimentar. Nesse sentido, cresce a tendência de que os clientes possam comer, beber algo e ainda dançar no mesmo restaurante. Muitos negócios já fazem isso, oferecendo serviços de alimentação à tarde e à noite e transformando o local em um espaço de festa mais tarde.

Cada vez mais clientes estão à procura de restaurantes onde possam comer às quatro da tarde, pasar um tempo relaxando e depois ficar para beber alguns coquetéis. Por isso, os restaurantes que satisfazem esta necessidade ganham popularidade. Um marketing de restaurante misto, no qual a coquetelaria e a música ao vivo andam de mãos dadas com a cozinha.

Um local onde é possível comer e dançar sem mudar de lugar é o Pointer, em Madri, de gastronomia internacional e criativa, com diferentes espaços para jantar, ouvir música de DJs convidados e experimentar a sua coquetelaria.

.

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018 Blending

Se falamos de bebidas alcoólicas, o vinho é o protagonista em 2018. A tendência se chama Blending e consiste em misturar diferentes tipos de uva para obter bebidas únicas. A ideia é que o restaurante faça suas próprias misturas, de acordo com as preferências de seus clientes potenciais, para oferecer seu próprio vinho, mais natural e autêntico.

Se o seu negócio estiver em sintonia com esta tendência, lembre-se de que você pode tirar proveito do banco de dados de clientes do TheFork Manager, que aponta todas as preferências de seus visitantes em termos de vinho, e usar essas informações ao fazer o blending.

Se você ainda não conta com essa ferramenta, clique aqui.

.

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018 Texturas

Se, nos anos anteriores, a cor era o mais importante para os foodies na hora de colocar uma foto no Instagram, em 2018 as texturas levarão todas as curtidas. Nós nos referimos ao fato de que se destacarão os pratos que joguem com a combinação de texturas e que produzam sensações ao consumi-los. Cremes, molhos e sorvetes com pedaços crocantes, ingredientes picantes que produzam formigamento, legumes crocantes e sanduíches cozidos duas vezes para impacto na mordida, bebidas com efeitos carbonatados, receitas com mais de duas camadas de diferentes produtos etc.

Também será importante incluir uma melhor descrição das texturas dos pratos em cardápios físicos e digitais, bem como em plataformas como o TheFork, para chamar mais a atenção dos clientes.

.

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018 A quarta refeição

A tendência saudável também afetou os horários clássicos das refeições. Comer mais vezes durante o dia, em porções menores, é uma crescente forma de consumo. Por isso, o regime de café da manhã, almoço e jantar agora inclui uma quarta refeição, que pode ser entre o café da manhã e o almoço ou entre o almoço e o jantar.

Digamos que a proposta é que os restaurantes tenham opções para esta “quarta refeição” durante todo o dia, e consistiria em receitas mais fáceis de consumir, mas igualmente suculentas. Nesse sentido, funcionam muito bem as finger foods, como biscoitos salgados e doces com ingredientes e texturas apetitosas, receitas com cereais, espetinhos de queijo, frutas e vegetais, pratos com ovos, tortilhas e omeletes, por exemplo, que funcionam em qualquer um dos horários.

.

TheFork - marketing de restaurantes - tendências no setor de restaurantes 2018 Insetos

Essa tendência surge da necessidade de criar fontes alternativas de proteína e outros nutrientes à carne animal tradicional. Também graças à crescente predisposição dos consumidores para experimentar novos alimentos, servir insetos será levado cada vez mais a sério no mundo dos restaurantes em geral.

A maneira mais conhecida de consumi-los é frita, como lanche ou fruto seco. No entanto, há cada vez mais restaurantes que os incluem como ingredientes de seus pratos mais originais. Como nos eventos Essento Dinner, na Suécia, onde são apresentados como delicatesses para os clientes que se aventuram a experimentá-los.

Já serviu inseto alguma vez no seu negócio? Como funcionou entre os seus clientes? Certamente causou um grande impacto!

Já aplica algumas dessas tendências no marketing do seu restaurante? Que resultados lhe deram?

A verdade é que os desafios que temos enfrentado na indústria nos últimos anos tem sido enormes, e, como você pode ver, 2018 não é a exceção. Esperamos que todas essas novas formas de consumo estejam dando mais alegrias do que dores de cabeça para o seu negócio e que você esteja crescendo junto com essas tendências. Seja-bem vindo, 2018!