Os restaurantes orgânicos e a captação de clientes saudáveis

Um restaurante orgânico, seria em princípio, um local cuja captação de clientes está baseada numa oferta realizada com produtos naturais, provenientes da agricultura ecológica certificada, livre de conservantes e químicos. No entanto, podemos afirmar que o que mais valorizam os clientes que preferem esta forma de consumo mais saudável, é que para além de servir comida ecológica, o restaurante tenha uma filosofia natural e sustentável de forma integral. Uma tendência que ajuda a ganhar clientes no presente e a dar um passo mais à frente no futuro da restauração.

TheFork Os restaurantes orgânicos e a captação de clientes saudáveisEsens’ALL é um estilo de vida dedicado ao prazer e à cultura, através de diversos produtos que a natureza nos oferece todos os dias”.   Assim o afirmam na página web do restaurante orgânico  Esens’ALL em Paris, por exemplo, e é bastante comum encontrar este tipo de manifestos na maioria dos restaurantes orgânicos.

Cuidar do corpo e também do planeta, é a premissa, e para que realmente funcione, o ideal é que isto se evidencie em todos os recantos do restaurante, desde a comida, à decoração, aos implementos, processos de produção, equipa, etc. Se o seu negócio segue esta tendência, continue a ler e assegure-se de que possuem valores como estes:

Transparência

TheFork Os restaurantes orgânicos e a captação de clientes saudáveisUm restaurante orgânico em toda a sua essência, deve garantir que a sua oferta seja ecológica para que os clientes se sintam confiantes. Neste sentido, é imprescindível informar sempre, através da comunicação feita nos meios digitais, publicidade e ementa que os produtos utilizados são de origem ecológica e que cumprem com a normativa da sua zona geográfica. Colocar o logotipo que o avalize, é uma forma direta e eficaz.

Basicamente, os clientes que escolhem este tipo de restaurantes, querem ter a certeza de que os alimentos provêm de um ambiente artesanal e que não serão enganados com receitas que são uma mistura do ecológico com o industrial. Querem transparência e claridade. Os restaurantes que assim o fazem, como é de esperar, ganham mais adeptos.

Inclusive se houver receitas que pela natureza do produto não respondam a estas pautas orgânicas, também seria uma mais-valia indicar a sua origem. Se houver uma sobremesa na ementa, elaborada com alguma fruta que não seja das proximidades como a papaia em alguns países da Europa, por exemplo, é importante comunicá-lo.

Gastronomia saudável e cuidada

Para os clientes eco, um grande sinal de que a comida é de proximidade, é que a ementa ou os menus mudem segundo os produtos disponíveis ao quilómetro 0. Ou seja, “comer segundo o que a natureza nos dá”. Esta oferta espontânea pode ser combinada com deliciosos pratos fixos elaborados com ingredientes disponíveis todo o ano, para fazer com que os clientes voltem para degustar os mesmos sabores novamente.

Neste sentido, a ideia é que na cozinha sejam preparadas receitas baseadas maioritariamente em produtos cujo contributo nutricional é de qualidade:

  • Vegetais, hortaliças e frutas frescas.
  • Azeites e óleos (de amêndoa, coco, etc.) extra virgem.
  • Legumes cultivados de forma orgânica.
  • Água filtrada não embalada.
  • Adoçantes naturais como os melaços de arroz, de frutas, de stevia, mel cru, etc.
  • Sal marinho não refinado.
  • Farinhas não processadas.
  • Ovos do campo.
  • Queijos, leites e enchidos orgânicos.
  • Carnes (de aves, porco, vitela, cordeiro) provenientes de animais que pastam no campo e são cuidados com respeito.
  • Peixe fresco.

O restaurante A Tulla em Santiago de Compostela, Espanha, há mais de 20 anos que serve de forma orgânica. O seu dono, pescador de profissão, manteve a tradição de cozinhar com hortaliças e legumes de hortas das redondezas, e de servir peixe e marisco frescos. Seguir esta filosofia de negócio, torno-o numa referência entre os clientes “saudáveis” turistas, de passagem e vizinhos.

Variedade e criatividade

Comer saudável também pode ser prazeroso e divertido, por isso, outro fator muito valorizado é que o restaurante seja criativo e variado na sua oferta, e que a experiência seja tão memorável como num restaurante “convencional”.

Cozinhar com produtos orgânicos já é uma garantia de qualidade e de sabores puros e intensos. O valor acrescentado ou diferenciador deste tipo de restaurantes, estaria assim na originalidade que os caracteriza, criando receitas que possam agradar todos e fazê-los repetir.

Na cadeia de restaurantes orgânicos SLAna Holanda, aplicam esta estratégia pois contam com mais de 10 tipos de saladas que vão variando de 3 em 3 meses segundo os produtos da época. São servidas em taças e utilizam ingredientes que misturam texturas, sabores e cores. Também têm opções vegetarianas, vegan e sem glúten.

Coerência total

Ter uma produção própria (horta, vinho e cerveja artesanal), processos sustentáveis e evidentemente estar num ambiente natural, seria a cereja no topo do bolo para que um restaurante orgânico se possa destacar da concorrência, já que representa uma imagem de coerência total com a filosofia que defende.

Um exemplo de todas estas características é o restaurante Azurmendi, no país basco, do conceituado chefe Eneko Atxa. Um restaurante situado numa colina cheia de vinhedos e hortas próprias de onde provêm os seus ingredientes. É um edifício todo envidraçado, como uma estufa, que reutiliza a água da chuva e a luz solar para o seu funcionamento.

Caso o seu restaurante siga esta tendência, assegure-se de que a decoração transmita uma imagem natural (com plantas e muito verde) e que o mobiliário e os utensílios de cozinha sejam elaborados com materiais orgânicos como a madeira, argila, cortiça e pedra. Também seria de valor que o restaurante aplique técnicas de reciclagem  e trashcooking, e que participe em eventos de responsabilidade social.

TheFork Os restaurantes orgânicos e a captação de clientes saudáveis

E para que a sua captação deste tipo de clientes cresça cada vez mais, não se esqueça de acrescentar a etiqueta “orgânico” no perfil do seu restaurante em TheFork. Ainda não tem um? Clique aqui para anunciar o seu restaurante na nossa plataforma o quanto antes.

Quem poderia prever que uma gastronomia 100% orgânica converter-se-ia num modelo de negócios de êxito à escala mundial? Hoje e especialmente amanhã, tudo parece indicar que é e será um caminho seguro para encher as mesas de uma forma estável. A saúde e a gastronomia de mãos dadas? Claro que sim!

Fale connosco Partilhe a sua experiência e a sua opinião connosco preenchendo o formulário abaixo. A sua avaliação interessa-nos.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Junte-se aos mais de 65 000   restaurantes já inscritos no TheFork- Experimente o TheFork sem compromisso -

Junte-se à maior comunidade de restaurantes no mundo e desfrute de:

  •  Centralização de todas as reservas num único software
  •  Disponibilidade de lugares atualizada diariamente
  •  O seu restaurante reservável no TheFork, TripAdvisor e outros canais
  •  Plano personalizado da sala de refeições
  •  Botão de reservas no seu website, Instagram e Facebook
  •  O TheFork tem uma equipa dedicada e preparada para o ajudar
loading

Estamos a confecionar o seu pedido.

O seu registo continuará dentro de segundos

 

Dados do restaurante

Experimente e, se não ficar convencido, simplesmente cancele.

Dados de contacto